Arquivos da Categoria ‘Homenagem’.

A Equipe Theòs deseja a todos um Feliz Natal!!!

Encerramos nossas atividades antes do primeiro recesso desejando a todos um Feliz Natal!!!

Equipe de Suporte ao Cliente

Equipe de Suporte ao Usuário

Esperamos continuar contando com a confiança de nossos usuários para que possamos comemorar juntos as festas do ano que vem.

Equipe do Anuário Católico, Atendimento Contábil e de Testes do Sistema

Equipe do Anuário Católico, Atendimento Contábil e de Testes do Sistema

Que o Deus Menino continue a abençoar a missão da nossa Igreja e de todos que com ela contribuem para a construção do Reino do Pai.

10402775_10204380686810304_4887043352879520849_nEquipe de Desenvolvimento de Softwares

Boas festas!!!

Equipe Comercial e de Administração

Obs: Parte das equipes não estão na foto por que estão em período de férias.

Compartilhar

Feliz Páscoa

pascoa2010

A Equipe Theòs deseja a todos uma Feliz Páscoa e que em todos seja renovada a fé no Cristo Salvador.

A verdadeira Páscoa

Adeus Dom Jaime

A Equipe Theòs se solidariza com o luto de toda a comunidade maringaense neste momento de perda do irmão em Cristo Dom Jaime Luiz Coelho. Homem de personalidade corajosa e de opiniões fortes, o primeiro bispo e arcebispo de Maringá deixa um legado que se confunde com a história da cidade. O espírito organizador e empreendedor do jovem bispo – Dom Jaime chegou em Maringá em 1957, com 40 anos – o consolidou como uma liderança que estava acima das diferenças políticas da época.

Deixa cravado na história sua devoção ao Evangelho, seu trabalho incansável na construção da Igreja Particular de Maringá e uma inestimável contribuição ao desenvolvimento das regiões norte e noroeste do Paraná, sobretudo de Maringá, onde seu nome está presente nos principais momentos da história em temas relacionados à religião, organização sindical, ensino superior, política de assistência social e de comunicação social.

Atuação na CNBB

Dom Jaime foi o primeiro bispo de Maringá (1957-1979) e primeiro arcebispo metropolitano (1979-1997). Na CNBB, foi também o primeiro secretário do Regional Sul 2 (1964-1965). Participou de quatro sessões do Concílio Vaticano II (1962-1965) e da 3ª Conferência do Episcopado Latino Americano (Celam), em Puebla, no ano de 1979.

Fonte: CNBB

LINHA DO TEMPO

1916 – Em 26 de julho nasce Jaime Luiz Coelho, em Franca (SP). É o oitavo filho do casal João Amélio Coelho e Guilhermina Cunha Coelho, que teriam outros seis depois dele.
1924 – Foi coroinha da igreja da cidade.
1931 – Ingressou no Colégio São José, dirigido pelos Padres Claretianos, em Batatais (SP).
1932 – Ingressou no Seminário Diocesano, em Campinas.
1935 – Ingressou no Seminário Central Maria Imaculada do Ipiranga, em São Paulo, onde ficou até 1941. Cursou Filosofia e Teologia.
1941 – Foi ordenado sacerdote na Catedral de São Sebastião de Ribeirão Preto por Dom Manoel da Silveira D’Elboux, que na época era o bispo auxiliar.
1942 – O então padre Jaime foi nomeado vigário da Catedral de Ribeirão Preto.
1956 – Nomeado bispo da recém-criada Diocese de Maringá pelo Papa Pio XII.
1957 – Toma posse como primeiro bispo de Maringá.
1968 – Dom Jaime promove a criação da Diocese de Paranavaí.
1979 – O Papa João Paulo II cria a Província Eclesiástica de Maringá, elevando a diocese a arquidiocese. Dom Jaime torna-se arcebispo.
1980 – A Província Eclesiástica de Maringá é instalada. Dom Jaime toma posse como arcebispo metropolitano.
1997 – A Santa Sé confirma que aceita a renúncia de dom Jaime do ofício que exerceu durante 40 anos.

Fonte: O Diário

DOM JAIME POR:

“Entendo que três características resumem dom Jaime: decisão, organização e empreendedorismo.” – Dom Anuar Battisti – Arcebispo Metripolitano de Maringá

“Não se encontra alguém que tenha o espírito desbravador e empreendedor que ele tem, tanto na Igreja Católica quanto na sociedade.” – Pe. Sidney Fabril

“Se apenas um entre os atuais maringaenses for lembrado quando a cidade completar 300 anos, certamente será D. Jaime. Isso dá uma ideia do tamanho de sua importância.” – Prof. Reginaldo Dias – Historiador – UEM

“O último grande líder vivo da história de Maringá” – Jornalista Edivaldo Magro em 2011

“Foi uma referência para mim, pela maneira como empreendeu seu trabalho numa região que era apenas mata.” – Cardeal Cláudio Hummes.

 

 

Equipe Theòs celebra o dia da padroeira de Maringá

Imagem da Catedral Basílica Menor N. Sra. da Glória de Maringá-PR – Natal de 2006

A Equipe Theòs lembra hoje de Nossa Senhora da Glória, padroeira da Arquidiocese de Maringá, onde fica a sede da empresa. Por ocasião deste data festiva, a Igreja Particular de Maringá tem uma agenda extensa que se encerra às 18h numa Santa Missa campal presidida pelo Cardeal Dom João Bras de Aviz, em frente a Catedral Basílica Menor.

A Catedral de Maringá-PR levou 13 anos para ficar pronta (1959-1972) e recebeu o título de Basílica Menor em 1982

Sobre Nossa Senhora da Glória

Nossa Senhora da Glória e Nossa Senhora da Assunção, embora sejam representadas de maneiras diferentes, têm a mesma festa litúrgica em que a Igreja celebra a glorificação de Maria, assunta ao Céu, coroada como Rainha da Glória. Por isso é representada trazendo uma coroa na cabeça, um cetro na mão e nos braços o Menino Jesus. Sua devoção  chegou até nós pelos colonos portugueses, que em 1503, construíram em Porto Seguro a primeira igreja a ela dedicada.
(Extraído do livro Povo em Oração – paulinas – pág. 189)

Representação de N. Sra. da Glória

Maria aparece pela última vez nos escritos do Novo Testamento no primeiro capítulo dos Atos dos Apóstolos: ela está no meio dos Apóstolos, em oração, no cenáculo, aguardando a descida do Espírito Santo. A concisão dos textos inspirados opõe-se a abundância das informações sobre Nossa Senhora nos escritos apócrifos, especialmente o Proto-evangelho de Tiago e a Narração de São João, o teólogo, sobre a dormitio (passagem da Santa Mãe de Deus). O termo dormitio é o mais antigo que se refere ao desfecho da vida terrena de Maria. Esta celebração foi decretada no Oriente no século VII, com um decreto do imperador bizantino Maurício. No mesmo século a festa da Dormitio (= passagem para outra vida) foi introduzida também em Roma por um papa oriental, Sérgio I. Mas passou-se um século antes que o termo dormitio cedesse lugar àquele mais explícito de Assunção.

A definição dogmática, pronunciada por Pio XII em 1950, declarando que Maria não precisou aguardar, como as outras criaturas, o fim dos tempos para obter também a ressurreição corpórea, quis pôr em evidência o caráter único da sua santificação pessoal, pois o pecado nunca ofuscou, nem por um instante, o brilho de sua alma. A união definitiva, espiritual e corporal do homem com Cristo glorioso, é a fase final e eterna da redenção. Assim os santos, que já tem a visão beatífica, estão de certo modo aguardando a plenitude final da redenção, que em Maria já havia acontecido com a singular graça da preservação do pecado.

À luz desta doutrina que tem fundamento na Sagrada Escritura, o Proto-evangelho, referindo-se ao primeiro anúncio da salvação messiânica dado por Deus aos nossos progenitores após a culpa, apresenta Maria como a nova Eva, intimamente unida com o novo Adão, Jesus. Jesus e Maria estão realmente associados na dor e no amor para expiarem a culpa dos nossos progenitores. Maria é portanto, não só Mãe do Redentor, mas também sua cooperadora, a ele intimamente unida na luta e na decisiva vitória. Essa íntima união requer que também Maria triunfe, como Jesus, não somente sobre o pecado, mas também sobre a morte, os dois inimigos do gênero humano. Como a redenção de Cristo tema a sua conclusão com a ressurreição do corpo, também a vitória de Maria sobre o pecado, com a Imaculada Conceição, dever ser completa com a vitória sobre a morte mediante a glorificação do corpo, com a Assunção, pois a plenitude da salvação cristã é a participação do corpo na glória celeste.

Fonte: Cadê meu santo

ORAÇÃO

Imagem da padroeira em frente da Catedral de Maringá

Ó Virgem Bem aventurada, louvada e querida de todos os Santos, rogai por mim, pecador, ao vosso precioso Filho.

Estrela dos Anjos, formosura dos Arcanjos e dos Santos Patriarcas, Santíssima Coroa dos Mártires e das Virgens, ajudai-me, Senhora, naquela verdadeira hora da minha morte para que possa ter ingresso minha alma em vossa preciosa morada.

Ó Bem-aventurada protetora dos Cristãos. Virgem Santíssima, nas vossas mãos, antes do sono eu entrego extenuado de fadiga, minha alma e que vosso santo Filho me ampare com sua Santa Glória.

Livrai-me, Mãe Santíssima, de meus inimigos, que eles tenham olhos e não me vejam.
Livrai-me da morte inesperada para que eu possa morrer em tua Glória.

Mãe Misericordiosa tem piedade de nós.

Amém.

Outras igrejas dedicadas a Nossa Senhora da Glória

Co-Catedral Nossa Senhora da Glória de Francisco Beltrão-PR

Catedral Diocesana Nossa Senhora da Glória de Cruzeiro do Sul-AC

Catedral Metropolitana de São Paulo-SP dedicada a Nossa Senhora da Assunção

Paróquia redentorista em Juiz de Fora-MG dedicada a N. Sra. da Glória

Nossa homenagem aos pais

Equipe Theòs parabeniza os presbíteros

Bento XVI completa 85 anos de vida e 7 de pontificado

A Igreja no mundo inteiro tem três intenções de oração especiais nos próximos dias. Nesta segunda-feira, 16/04, Bento XVI celebra 85 anos de vida. No dia 19/04, quinta-feira, é o sétimo aniversário de sua eleição para sucessor do Apóstolo Pedro, e o início do pontificado em 24/04, terça-feira.

Em seu editorial semanal, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, da Rádio Vaticano e do Centro Televisivo Vaticano, Padre Federico Lombardi, recordou a expectativa que existia na Igreja há sete anos, quando o cardeal Ratzinger foi eleito papa: “um teólogo que por tanto tempo dirigiu um dicastério tão doutrinal saberia assumir uma tarefa tão diferente: o governo pastoral da Igreja universal”.
“Nestes sete anos, vimos 23 viagens internacionais a 23 países, e 26 viagens na Itália; assistimos 4 Sínodos dos Bispos e 3 Jornadas Mundiais da Juventude; lemos três Encíclicas, inúmeros discursos e atos magisteriais; participamos de um Ano Paulino e de um Ano Sacerdotal. Por fim, vimos o Papa enfrentar com coragem, humildade e determinação – ou seja, com límpido espírito evangélico – situações difíceis como a crise consequente aos abusos sexuais”, avalia Lombardi.
Ele recorda também a produção intelectual do cardeal Ratzinger, com as obras “Jesus de Nazaré” e o livro-entrevista “Luz do mundo”. “Da coerência e da constância de seus ensinamentos, aprendemos sobretudo que a prioridade de seu serviço à Igreja e à humanidade é orientar nossas vidas a Deus”, afirma padre Lombardi, que recorda os próximos eventos importantes da agenda do papa: o Encontro Mundial das Famílias, a visita ao Oriente Médio, o próximo Sínodo da Nova Evangelização e o Ano da Fé.
O porta-voz da Santa Sé também destacou o tom do discurso do papa em seu pontificado, contrário ao relativismo e à indiferença religiosa. “A fé e a razão se ajudam mutuamente na busca da verdade e respondem às expectativas e dúvidas de cada um de nós e de toda a humanidade; que a indiferença a Deus e o relativismo são riscos gravíssimos de nossos tempos. Somos imensamente gratos por tudo isso”.
Na oração do Regina Caeli deste Segundo Domingo da Páscoa, Bento XVI pediu aos fiéis que rezem por ele, para que o Senhor lhe dê as forças necessárias para cumprir a missão. O irmão do papa, Monsenhor George Ratzinger, que vive na Alemanha, está no Vaticano para acompanhar as celebrações destes dias.
Fonte: CNBB

Pátria amada, Brasil!

“Oh Brasil, pátria amada! Com suas matas, terras, água e ar…

És o lugar onde quero construir minha casa, formar minha família, educar meus filhos…

É aqui que quero aprender, ensinar, me emocionar e perder quando não for possível ganhar.

Brasil, de gente alegre, de festa e de cores…

Brasil de gentilezas, honestidade e muitos amores…

Estão de corrompendo, sujam sua imagem, mancham sua honra, tiram-lhe a dignidade…

Ainda assim, me orgulho de ti. És belo, acolhedor, afável.

De culturas variadas, de diversas raças; a ti, o meu eterno amor”.

No dia em que tivermos bravura suficiente para declarar nosso amor à nossa pátria, talvez tenhamos motivos reais para comemorar nossa independência; ser independente é viver com respeito, justiça e dignidade.

Feliz dia dos pais!

Pai 

Meu amigo, irmão e companheiro.

Exemplo de vida, força e fé.

Minha segurança, meu conforto, abrigo e proteção;

Em tuas mãos Deus confiou a mim,

Teu filho, teu fruto…

Tens a missão de aprimorar a criação de Deus;

Tens o dom da vida, tens o dom de amar.

És digno de respeito,

Orgulho e gratidão. 

Te amo, infinitamente!

A Theòs Informática saúda a todos os pais pelo seu dia. Que Deus os abençoe e conceda, a cada dia, o dom de amar, de perdoar e de ser “pai”.

Dia do Padre, uma data especial!

Hoje é um dia muito especial! Dia de rezarmos especialmente por alguém que se faz presente em nossas vidas, que sempre tem uma palavra amiga, uma mensagem de encorajamento, um abraço afetivo, olhar afetuoso e mãos estendidas para nos oferecer;

Um amigo singular, designado por Deus para nos conduzir pelo caminho mais correto e mais seguro;

Um pai amoroso que nos aconselha e orienta nos momentos mais difíceis;

Um médico dedicado que nos ajuda a curar nossas feridas e nos receita o melhor remédio para aliviar nossas dores;

Um irmão amável, pronto a nos erguer de nossas quedas;

Um mestre atento que nos puxa as orelhas quando não obedecemos aos mandamentos do Pai;

Um companheiro solidário sempre atento que nos ouve, orienta e, em nome de Deus, até nos perdoa.

Padre, obrigado por permitir-se ser instrumento de paz, amor, caridade e fé!

Em nossas preces, pedimos para que Deus o mantenha sempre abastecido de coragem e perseverança para ser sempre, em nossas vidas, fonte de luz e vida!

Parabéns pelo seu dia!

Depoimento do Pe. Roberto